quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Impressões Sensoriais & Ayurveda

 
Um livro que sempre está por perto para consultas e mais consultas é um que já indiquei aqui no blog, o ótimo "Uma Visão Ayurvédica da Mente" do David Frawley.
Leitura importante, pois fala como nossa mente funciona dentro da visão ayurvédica.
O texto (retirado do livro) abaixo fala sobre como pacificar nossos doshas através dos sentidos.

Que todos possam alcançar a paz interior!

"Os sentidos são os nossos portões principais para o mundo exterior, por meio de que assimilamos não apenas influências sensoriais, mas também mentais e emocionais. O uso apropriado e equilibrado dos sentidos nos torna saudáveis e felizes. O uso impróprio, excessivo ou deficiente dos sentidos faz de nós pessoas sem saúde e perturbadas. Nossos sentidos estão continuamente nos alimentando com impressões, o que determina quem somos e aquilo em que vamos nos transformar.


A mente é bastante sensível às impressões. As impressões que temos alimentam nossa energia vital e nos motivam a agir. As impressões perturbadas causam expressões perturbadas. Impressões pacíficas, expressões pacíficas. Só quando temos muita percepção interior é que podemos efetivamente nos precaver das impressões negativas com que todos certamente entraremos em contato em certa medida."


Impressões que reduzem Vata

Da natureza: com a pessoa sentada ou andando silenciosa e serenamente por um jardim, por uma floresta, por um rio, lago ou oceano, sobretudo em local iluminado e onde o clima seja quente.

Dos sentidos:
  1. Audição - música relaxante e canto, música clássica, silêncio e tranquilidade.
  2. Tato - toque ou massagem leve, com óleos quentes, como gergelim ou amêndoa doce.
  3. Visão - cores vivas e ao mesmo tempo relaxantes, como combinações de dourado, laranja, azul, verde e branco.
  4. Paladar - alimentação rica e nutritiva, com os sabores doce, salgado e amargo.
  5. Olfato - Aromas suaves, frescos, relaxantes como jasmim, rosa, sândalo e lavanda.
 De atividades: exercícios leves, Hatha Yoga (posturas sentadas e invertidas), Tai Chi, natação, banhos quentes (não muito longos), relaxamento, mais sono.

Em virtude das emoções: cultivar a paz, o contentamento, a coragem e a paciência; liberar o medo e a angústia, com o apoio de amigos e da família e com atividades regulares na sociedade.

Da mente: mantras anti-Vata, como Ram, Hrim ou Shrim, exercícios de concentração, de fortalecimento da memória.

Do espírito: meditação tendo como tema as divindades poderosas, benéficas, felizes ou pacíficas, como Ganesha, Rama e Krishna; ou formas protetoras da mãe divina (como Durga ou Tara) ou do pai divino; orações para a paz e para a segurança, culto do discernimento e das visões interiores.


Impressões que reduzem Pitta

Da natureza: com a pessoa sentada ou andando perto de flores, de rios, de um lago ou do mar, sobretudo quando está frio; com a pessoa andando à noite, olhado o céu, a lua e as estrelas.

Dos sentidos: 
  1. Audição - música repousante e suave, como o som de flautas, o rumor da água.
  2. Tato - toque relaxante, leve e suave e massagem com óleos que refrescam como óleo de coco e girassol.
  3. Visão - cores frias, como o branco, o azul e o verde.
  4. Paladar - alimentos nem pesados nem muito leves, ricos em substâncias doces, amargas e adstringentes, com pouca quantidade de condimentos e sal. Com exceção de substâncias que acalmam como coentro, açafrão da Índia, hortelã e erva doce.
  5. Olfato - aromas frescos e suaves como o sândalo, vetiver, hortelã, gerânio e jasmim.
De atividades: exercícios moderados, caminhadas, natação, Hatha Yoga.

Em virtude das emoções: cultivar amigos, a delicadeza e a cortesia, promover a paz, o perdão, a compaixão e a devoção; liberar a raiva, o ressentimento, o conflito e o ódio.

Da mente: mantras anti-Pitta, como Shrim, Sham ou Ma; a prática de não julgar e de aceitar, de ouvir os pontos de vista de outras pessoas.

Do espírito: meditação tendo como tema as divindades benéficas e de paz, como Shiva (em seu aspecto sereno), Vishnu; ou formas benfazejas da Mãe Divina como Lakshmi; orações pela paz universal, cultivo da renúncia e da receptividade.


Impressões que reduzem Kapha

 Da natureza: passeios ou caminhadas vigorosas por regiões secas, por montanhas altas, em dias de sol e em áreas abertas.

Dos sentidos:
  1. Audição - música estimulante, sons fortes e energizantes, hábito de cantar.
  2. Tato - massagem vigorosa com pós ou óleos estimulantes, como o de mostarda.
  3. Visão - cores vivas e estimulantes, como o amarelo, o laranja, o dourado e o vermelho.
  4. Paladar - regime alimentar leve, com ênfase no gosto amargo e adstringente e no livre uso de condimentos; jejum ocasional.
  5. Olfato - aromas suaves, estimulantes e penetrantes, como almíscar, cedro, mirra, cânfora e eucalipto.
De atividades: exercícios aeróbicos, jogging, tomar sol, banhos de vapor, saunas, diminuir as horas de sono.

Em virtude das emoções: cultivar o desapego, os serviços prestados a outras pessoas e o amor altruísta; livrar-se da ambição e do apego.

Da mente: mantras anti-Kapha, como Aim, Krim ou Hum, exercitar a atenção, exercícios para a mente e jogos ( como o xadrez), romper com o passado e com a tradição.

Do espírito: meditação sobre divindades enérgicas ou iradas, incluindo as formas poderosas da Mãe
Divina como Kali ou do Pai Divino como Rudra, meditação tendo como tema o vácuo ou a luz interior.


Imagem:.Eva Uviedo

2 comentários:

Marlei Caroli disse...

Que pre-ci-o-si-da-de!

alice disse...

Que MARAVILHA esse blog, ADOREI...Obrigado, Namaste!