domingo, 31 de outubro de 2010

India 2011:.GRUPO DEVI com Marlei Caroli


Sabe aquela viagem de sonhos pela India? 
Conhecer lugares sagrados, visitar templos e estar rodeada pelos deuses. 
Se encantar com as inúmeras cores e sabores dessa terra divina. 
Saborear diversos pratos típicos. 
Cantar mantras nas margens do rio Ganges. 
Praticar Yoga em Rishikesh. 
Andar de elefantes no Rajastão...

Se você sonha em fazer isso e muito mais, não perca essa oportunidade!
Minha querida amiga Marlei Caroli guiará o grupo Devi 
(deusa em sânscrito) pela India em 2011.

Eu vou!

Abaixo algumas informações.


Introdução

Numa aproximação intensa e amorosa com a vida cotidiana e a espiritualidade dos lugares visitados, muitos sagrados, outros não, 
apresentados de uma maneira digna, real e poética, você entenderá por que a distância não será jamais a última fronteira!

O melhor da cultura e das paisagens da Índia, templos, montanhas, palácios,
o misticismo de Varanasi vividos intensamente nestes dias inesquecíveis.


Dados Gerais

Região:
Ásia
Destinos:
India
Saída:
25/02/2011

Itinerário


25/02/2011 – São Paulo – Europa

26/02/2011 – Europa - Delhi
27/02/2011 – Delhi
28/02/2011 – Delhi – Rishikesh
01/03/2011 – Rishikesh
02/03/2011 – Rishikesh
03/03/2011 – Rishikesh
04/03/2011 – Rishikesh – Delhi
05/03/2011 – Delhi – Jaipur
06/03/2011 – Jaipur
07/03/2011 – Jaipur – Agra
08/03/2011 – Agra
09/03/2011 – Agra – Delhi
10/03/2011 – Delhi – Europa – São Paulo
11/03/2011 – Chegada em São Paulo

Extensão:


10/03/2011 – Delhi – Kajuraho

11/03/2011 – Kajuraho - Varanasi
12/03/2011 – Varanasi
13/03/2011 – Varanasi - Delhi (day-use)
14/03/2011 – Delhi – Europa – São Paulo

Para mais informações clique aqui.

sábado, 30 de outubro de 2010

Inspiration:.Brilliant Moon


Louca para ver esse filme.
Om Mani Padme Hum



"Brilliant Moon: Glimpses of Dilgo Khyentse Rinpoche
chronicles the life of writer, poet, and meditation master Dilgo Khyentse Rinpoche, one of Tibet's most revered 20th-century Buddhist teachers. He was an inspiration to all who encountered him, and his many students throughout the world included His Holiness the Dalai Lama and His Majesty the King of Bhutan.

Written and Directed by Neten Chokling, director of Milarepa and a close student of Khyentse Rinpoche, and filmed in Tibet, India, Bhutan, the United States and Nepal, Brilliant Moon uses animation, unseen archival footage and photos along with new interviews of Tibet's great teachers, to tell Khyentse Rinpoche's moving life story, from birth to death to rebirth."

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

India & Nepal

 


















Because i'm dreaming about it...


terça-feira, 26 de outubro de 2010

Ayurveda para Gestantes:.Parte III


Para uma digestão ideal
O que você come é somente metade do caminho. 
Para o Ayurveda, COMO você come é muito importante.
Não coma sem fome. Espere até que sua última refeição tenha sido totalmente digerida. 
Durante a gravidez você terá fome mais vezes por dia e é importante que aprenda a diferenciar fome de gula.
Você terá desejos e é importante atendê-los, pois são as vontades de seu bebê. 
Mas utilize seu bom senso e não exagere.
Nos último meses da gravidez, a capacidade do estômago é reduzida então é melhor comer porções menores mais vezes ao dia.
Aprecie o tempo durante as suas refeições. 
Não coma na frente da televisão, não leia enquanto estiver comendo, não coma de pé ou com pressa.
Não coma demais e não fique períodos muito longos sem comer. 
Comer demais causa gases e indigestão.

Produzindo OJAS:.Irradiando saúde para seu bebê
Ojas é o produto mais refinado da digestão e traz benefícios enormes para a saúde da mãe e do bebê.
Ojas é o oposto de AMA, o resto/lixo tóxico do que não foi utilizado na sua digestão.
Enquanto AMA bloqueia o fluxo natural do seus canais, Ojas aumenta o fluxo ideal para uma saúde equlibrada e cria uma integração perfeita entre mente, memória, fala e ação.
Quando o corpo esta pleno de Ojas, sua imunidade naturalmente aumenta.
Ojas é parte importante durante a gestação, pois é a mãe que fornece Ojas ao seu bebê.
Pela alimentação correta, você transforma todos os alimentos ingeridos em Ojas para o seu bebê.
Mas talvez a maior fonte de Ojas durante a gestação é permanecer feliz, plena, satisfeita em todos os aspectos do corpo, mente e alma.
É importante durante a gravidez, entrar em contato com a natureza, estar perto do mar, das montanhas e respirar um ar mais puro. 
Meditar e ter momentos de silêncio também é fundamental nesse período.
Perceba a conexão com o todo e com o seu bebê.
Alimentos que produzem Ojas
·      Leite
·      Manteiga sem sal
·      Ghee
·      Frutas frescas
·      Sucos de frutas frescas
·      Arroz
·      Sementes de gergelim
·      Coco fresco
·      Laranja doce
·      Ameixa doce
·      Uva passa
·      Amêndoas
·      Mel puro, cru
O leite é muito importante e especialmente nutritivo durante a gravidez. De acordo com o Ayurveda é revertido diretamente em Ojas para o bebê.
O leite é melhor digerido se for fervido antes de beber.  Depois é só esperar até ele ficar morno ou fresco.
Pode-se adicionar mel quando ele estiver morninho.
Prefira leite orgânico sempre que possível.
Adicione as especiarias quentes recomendadas para um leite mais saboroso.

Rotina Diária:. Dinacharya
Manter uma rotina diária e em sintonia com os ritmos da natureza é um aspecto fundamental para o Ayurveda. Respeitar os ciclos do dia e da noite permitem uma saúde ideal. De acordo com o Ayurveda, o dia é regido pelos Doshas e cada período sofre influências Vata, Pitta e Kapha, portanto devemos adaptar a nossa rotina de acordo com esses ciclos.
Horários do dia:
  • 6h00 às 10h00 - Kapha
  • 10h00 às 14h00 - Pitta
  • 14h00 às 18h00 - Vata
  • 18h00 às 22h00 - Kapha
  • 22h00 às 02h00 - Pitta
  • 02h00 às 06h00 - Vata

O Dinacharya deveria ser assim:

  1. Levantar com o nascer do sol, 6:00am.
  2. Reverência e agradecimento, irradiar felicidade para todos os seres e para seu bebê.
  3. Fazer sua higiene - Evacuar, urinar, raspar a língua, escovar os dentes.
  4. Auto massagem com óleo de gergelim morno.
  5. Tomar seu banho.
  6. Yoga - Asanas – (*Procure uma aula especial para gestantes)
  7. + Pranayama - (5 a 10 minutos)
  8. + Relaxamento - Savasana (3 a 5 minutos)
9.  +Meditação - (5 a 20 minutos)
10.  Café da Manhã: Exemplo: Pão integral torrado com Ghee + Mingau de aveia com canela e cardamomo/chás de gengibre e erva doce
11.  Almoço (deve ser a principal refeição do dia) - Não deve passar das 14h00. Não dormir depois do almoço, pois acumula AMA apenas um pequeno repouso. O ideal é uma leve caminhada.
12.  No final da tarde – Meditação (5 a 10 minutos)
13.  Jantar até às 20h00. Não comer carboidratos pesados com molhos e queijos. Dar preferência para sopas, alimentos cozidos e quentinhos. Alimentos leves.
14.  Dormir até as 22:00.


Evite dormir de dia durante a gravidez

Apesar do repouso ser bastante recomendado durante a gravidez, dormir durante o dia não é indicado pelo Ayurveda. 
Isso acontece porque os canais vitais de energia não fluem direito quando você dorme durante o dia, deixando você letárgica e preguiçosa.
Agrava os TRÊS doshas, deixando o corpo em desequilíbrio.
Por isso é tão importante ter uma boa noite de sono.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Sogyal Rinpoche no Brasil


Não percam essa maravilhosa oportunidade.
Eu vou!

Om Mani Padme Hum!

domingo, 24 de outubro de 2010

Pensamento do dia

 Although the path is
long, it is on the path that we learn that the teachings
are everywhere, in everything and at all times. 
~ Ani Chodron

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

A cura está no doente

Achei animadora essa entrevista. 

Espero que cada vez mais, as pessoas possam perceber que possuem a cura dentro de si.

Namastê!

A cura está no doente
Entrevista: Paulo de Tarso Lima


Não é habitual ouvir um médico respeitável, de uma instituição de saúde modelar, falar sobre o papel da energia do corpo humano e da religião no caminho para a cura. É justamente o caso do cirurgião Paulo de Tarso Lima, coordenador do Departamento de Medicina Integrativa e Complementar do Hospital Albert Einstein, de São Paulo. A medicina integrativa é uma prática em ascensão. Surgida nos Estados Unidos na década de 1970, une a medicina tradicional oriental, com sua abordagem holísitica, e a ocidental, apoiada na produção científica e na tecnologia. A reunião tem revolucionado a busca pela cura de doenças como o câncer. "A idéia não é excluir nada, mas juntar tudo e mostrar que a pessoa é detentora da capacidade de cura da própria doença", afirma Lima, que estudou a medicina integrativa na Universidade do Arizona (EUA) e cursa o primeiro ano da Barbara Brenner School of Healing, na Flórida, onde a cura é perseguida a partir do estudo da energia humana. O médico é também autor do livro Medicina Integrativa - A Cura pelo Equilíbrio. Na entrevista a seguir, ele explica os fundamentos da medicina integrativa e aposta que a prática vai se espalhar por aqui por razões econômicas - por ora, apenas alguns hospitais e somente cinco universidades brasileiros se dedicam ao assunto.

Afinal, o que é medicina integrativa?
É um movimento que surgiu nos Estados Unidos na década de 1970 e que começou a ser organizado com mais rigor na década de 1980, quando entrou para as faculdades de medicina. Hoje, existem 44 universidades americanas ligadas à pratica, que traz uma visão mais holística da pessoa no seu todo: corpo, mente e espírito. O que buscamos é oferecer uma assistência com informação e terapias que vão além da medicina convencional para ajudá-la a se conectar com a promoção de saúde. Eu não tenho a menor dúvida de que a medicina convencional é extremamente efetiva em se tratando de doença, mas saúde não é apenas ausência de doença.

Que terapias são essas?
Sistemas tradicionais como a medicina chinesa e indiana nos oferecem uma gama de alternativas, como acupuntura, Reiki, yoga, entre outras, que trabalham a energia do nosso corpo, estimulando uma reação aos sintomas das doenças. A idéia desse movimento não é excluir nada, mas juntar tudo e mostrar que a pessoa é detentora da capacidade de cura da própria doença. Isso é uma mudança de paradigma, porque a possibilidade de voltar ao estado saudável não é algo dado à pessoa, mas é algo inato a ela.

Qual a explicação para só agora a medicina integrativa despertar interesse de médicos convencionais?
Há duas razões: a demanda dos pacientes e a produção acadêmica, que cresce a uma velocidade muito alta. Se entendemos como as coisas funcionam, sabemos que é seguro.

Qual a situação da prática no Brasil?
Estamos em uma situação de dualidade. Os alinhados à prática muitas vezes não usam a medicina convencional de maneira integrada, e os convencionais não usam a medicina integrativa. Temos no Brasil um movimento diferente dos Estados Unidos, menos acadêmico, mas que vem crescendo graças a uma portaria de 2006 que autorizou procedimentos de acupuntura, homeopatia, uso de plantas medicinais e fitoterapias no Sistema Único de Saúde (SUS).

E por que a resistência dos médicos convencionais?
Eu não entendo. Estamos falando de energia e não precisamos ir muito longe para provar que energia corporal existe. A partir do momento que temos uma mitocôndria que produz energia dentro de cada célula, e isso é ensinado no primeiro ano de medicina, não há o que discutir. Temos energia no corpo, e pronto. O curioso é que muitos exames hospitalares rotineiros são baseados em mensuração do campo energético do corpo, como a ressonância magnética, o eletroencefalograma e outros mais sofisticados. Mas se você falar para um neurologista sobre a manipulação da energia do corpo, ele pira.

Por quê?
Porque entramos em um outro ponto da discussão sobre a energia humana, que é a interface com a religião. Estamos vivendo em uma nova fronteira em que se tenta entender essa energia, como ela é produzida, como pode ser manipulada e conduzida. E isso tem um impacto importante na questão da espiritualidade. Por isso, se algum paciente meu acha conforto na religião, se ele se sente bem assim, eu o estimulo a praticá-la.

E como se medem os resultados da medicina integrativa?
Começamos a medir os resultados pelas questões econômicas. A Prefeitura de Campinas, em São Paulo, registrou uma redução substancial de uso de analgésico dentro do SUS ao oferecer terapias ligadas à medicina chinesa focadas na questão ósseo-muscular. Além disso, tem uma série de trabalhos acadêmicos ligados à genética provando que a qualidade de vida produz efeitos na expressão genética da doença. E uma nova fase de trabalho investiga se uma gestante, cujo feto apresenta uma expressão genética de determinada doença, pode ajudar seu bebê se tiver uma gestação muito cuidadosa.

Como isso seria possível?
O homem carrega no seu código genético informações de doenças que podem ser a causa de sua morte. Isso já é provado. Só que você pode ter a característica genética da doença e não desenvolvê-la, ou tê-la precocemente. Isso vai depender da qualidade da sua vida. Comer bem, respirar melhor, praticar atividades físicas, lúdicas e contemplativas são fatores muito importantes ligados à qualidade de vida e que vão provocar um impacto no nosso bem-estar e, consequentemente, na resposta do corpo às doenças já estabelecidas e àquelas que estão programadas para acontecer. O Prêmio Nobel do ano passado de Medicina (dividido entre os pesquisadores Elizabeth H. Blackburn, Carol W. Greider e Jack W. Szostak) mostra que, se há uma importante mudança nutricional e de práticas contemplativas, há uma diminuição da expressão de câncer de próstata em determinados grupos de homens.

As pessoas, em geral, estão mais abertas para as práticas alternativas?
No Brasil, entre 45% e 80% dos pacientes diagnosticados com câncer utilizam algum tipo de terapia "alternativa" em conjunto com o tratamento. Nos Estados Unidos, 13% das crianças e 55% dos adultos saudáveis utilizam tais práticas.

O senhor acredita que essa corrente ganhará espaço no futuro?
Acredito. Não por razões humanitárias, mas por uma questão econômica. Afinal, a forma como a medicina é praticada atualmente implica altos custos. Não posso prever, porém, quanto tempo isso vai demorar, porque o convencimento dos profissionais a respeito do assunto exigirá um longo trabalho.


*Entrevista originalmente publicada no site do Insituto FAO.

Intensivo de Yoga e Saúde


Recomendo esse workshop do meu amigo Sun.
Yoga e Ayurveda caminhando juntos.
Mais informações no site do Yoga Flow.

Namastê!

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Happy Friday ♥



Muitas coisas me inspiram e me tornam uma pessoa melhor a cada dia. 
Pode ser uma frase, uma música, um livro, um vídeo, um sorriso, uma imagem...

Hoje...

*Eu entrei nesse blog que amo e ao ler esse post me lembrei que não temos que ser perfeitos
e que aprender a aceitar as nossas falhas e amá-las é muito importante. 
It made my day ;-)

*Descobri esse blog lindo e super delicado da portuguesa Alexa
e percebi que temos muitas coisas em comum...

*Comecei a ler este livro.
Muito interessante e divertido.
Já pensou o que faria se reencarnasse como uma formiga?

*Meditei e tive ensinamentos budistas no Centro Mahabodhi.
O pessoal lá (e eu também!) está na maior animação
para o Festival que acontece daqui uma semana.

*Uma amiga me indicou esse filme.
Não vejo a hora de alugar.
 
E você? O que te inspirou hoje?

Bom final de semana!

Namastê!

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Pensamento do dia


It is our mind, and that alone, that chains us or set us free.

~ Dilgo Rinpoche

domingo, 10 de outubro de 2010

Inspiration:.Taken by Trees


Totalmente viciada nessa música. 

Enjoy! 

Bom domingo!

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Navaratri


Estamos prestes a entrar num dos períodos mais sagrados e auspiciosos do calendário religioso hindu: o Navaratri (Nava= nove, Ratri= noites).

Ao longo de 9 noites e um décimo dia corridos, contando a partir de hoje, celebra-se em toda a Índia e em diversas partes do mundo o aspecto feminino do Universo, 
a Shakti em suas diferentes manifestações: Durga, Lakshmi, Saraswati e Durga, respectivamente.

O período simboliza, entre outras coisas, a vitória do bem contra o mal que reside dentro de nós mesmos, em forma de ego, impurezas e negatividades. 
Portanto, uma fase especial de purificação, crescimento espiritual e transformação.

Confiram as datas, os horários e as formas divinas de cada dia:

08/10, sexta (Durga): a partir das 21h30.
09/10, sábado (Durga): a partir das 16h30.
10/10, domingo (Durga): a partir das 16h30.
11/10, segunda (Lakshmi): a partir das 21h30.
12/10, terça (Lakshmi): a partir das 21h30.
13/10, quarta (Lakshmi): a partir das 21h30.
14/10, quinta (Saraswati): a partir das 21h30.
15/10, sexta (Saraswati): a partir das 21h30.
16/10, sábado (Saraswati): a partir das 16h30.
17/10, domingo (Durga): a partir das 10h*

*Neste dia é celebrada a vitória final de Shakti na forma da deusa guerreira, Durga

O ideal é repetir o mantra de cada divindade, pelo menos 108 vezes, o número mínimo do japa. 
Se possível nesses horários, senão em algum período durante o dia.

- Om Durgaya namah!
- Om Saraswatyai namah!
- Om Lakshmyai namah
!

Namaste! 

sábado, 2 de outubro de 2010

Felicidade


Se a felicidade é um modo de ser, 
um estado de consciência e de liberdade interior, 
não há nada que possa nos impedir de atingi-la.

~ Matthieu Ricard 

***

O que é felicidade para você? 
Estímulos e sentimentos? 
Sensações prazerosas? 

Estou lendo o livro Felicidade do Lama budista Matthieu Ricard
Um livro escrito de forma simples, que fala muito rápido ao coração.
Fala da felicidade. Dizendo assim parece até um pouco simplista.

Mas quer sentimento mais complexo? 
Afinal não é isso que todo mundo busca?

A verdadeira felicidade é imutável. 
Independe de fatores externos.
Ela é a sua verdadeira essência.

Ontem tive uma experiência que me fez pensar bastante.
Estava me sentindo leve, tinha acabado de sair de um filme delicioso e inspirador.
Estava acompanhada de uma grande amiga e companheira.
Pura felicidade não?

E de repente, depois de um pequeno incidente dentro de uma loja, 
me vejo reagindo e entrando na energia (ruim) de uma pessoa.
Puff! Cadê aquela sensação de alegria e leveza que estava comigo instantes antes?
Impressionante como estamos condicionados a reagir de acordo com nossos gostos e aversões.
De acordo com as nossas percepções do mundo exterior.

Por em prática os ensinamentos que estudo tanto é o verdadeiro aprendizado.
A felicidade como diz o texto acima é um estado de consciência.

Que possamos ir de encontro à nossa verdadeira felicidade!
E que possamos ser LIVRES!

Namastê!