terça-feira, 30 de novembro de 2010

Inspiração:. A Vida de Pi


Se você ainda não leu esse livro transformador, 
por favor corra para uma livraria e se dê esse presente.

'A Vida de Pi' faz o leitor refletir sobre o valor da vida, a importância da fé e o papel da imaginação no modo de perceber a realidade. O narrador da história é um indiano de 16 anos conhecido como Pi. Sua família administra um zoológico, mas decide abandonar o país no auge de sua instabilidade política, nos anos 70. A idéia é se mudar para o Canadá, pegando carona no cargueiro que transferirá os animais. O navio afunda e restam apenas cinco sobreviventes - Pi, uma zebra, uma hiena, um orangotango e um tigre de Bengala. Inicia-se aí uma cruel luta pela vida. Aparentemente, Pi não tem a menor chance de escapar das feras. Vê todos os animais serem devorados até que restam apenas ele e o tigre. À beira do desespero, Pi conclui que o melhor a fazer é manter o tigre vivo e dependente de seus cuidados. Durante os 227 dias que passa à deriva, Pi dedica seu tempo a matar a fome e a sede de um tigre em alto mar. Pi se dá conta de que ele e o felino estão no mesmo barco - um precisa do outro. O livro traz uma história que faz acreditar na existência de Deus e a conclusão desta aventura imprevisível contrapõe a grandiosidade e a mediocridade que coexistem em todo ser humano.

5 comentários:

Anônimo disse...

adorei a dica e, como sempre, as boas coincidencias. li esse ano O Tigre Branco, tb ganhador do Man Booker Prize, escrito pelo indiano Aravind Adiga... Uma carta de um 'empreendedor indiano' para o ministro chinês... bom humor negro, assim como a india da escuridão e da luz... namaste. vale cada rúpia...rs...

Lenilson disse...

Quando quero uma paisagem maternal, meus olhos descansam neste blog. Lindo e inspirador como a vida! Estou lendo este livro...

Fernanda R. Lima disse...

Namastê! Já li O Tigre Branco e adorei.

Lenilson, venha sempre!

Soraia disse...

Seu blog é muito bonito!
Parabéns.

Flor Baez disse...

Bela dica! Vou comprar este livro!