quinta-feira, 22 de outubro de 2009

A Índia Secreta de Paul Brunton


Estou realmente fascinada com o livro que estou lendo. Várias vezes eu vi esse livro nas prateleiras das livrarias mas sempre acabava comprando algum outro. Não era o momento. Paul Brunton o autor do livro, conta sua busca para encontrar verdadeiros mestres e Yogis durante sua viagem pela India nos anos 30. Ele encontra muitos falsos gurus, mas cada um deles tem alguma coisa para ensinar. No fim acaba encontrando aquele que seria um dos maiores mestres espirituais da India, Ramana Maharshi. Se você ainda não teve a oportunidade de ler essa historia, corra para a livraria! Fascinante e muito, muito inspirador.

Abaixo um pouquinho sobre a vida de Paul Brunton.

Paul Brunton, nascido Raphael Hurst, foi um filósofo britânico, místico, viajante, e guru. Morreu em 1981, em Vevey, na Suiça.

Deixou uma carreira jornalística para viver entre os yogis, místicos, e homens santos da Índia, e estudou uma grande variedade de ensinamentos esotéricos Ocidentais e Orientais. Devotando a sua vida à busca espiritual, Brunton se responsabilizou pela tarefa de comunicar as suas experiências com os demais, sendo a primeira pessoa a escrever a respeito do Oriente com uma perspectiva ocidental. Seus trabalhos são na maioria influências do misticismo ocidental pelo oriental. Tentando expressar seus pensamentos utilizando termos das pessoas leigas, Brunton foi capaz de apresentar o que ele aprendeu do Oriente e das tradições antigas com uma linguagem atual. Os escritos de Paul Brunton enfatizam sua visão de que a meditação e a busca interior não são exclusivamente para monges e ermitões, mas também para pessoas com vida normal, vivendo ativamente no mundo Ocidental.

Paul Brunton nasceu em Londres em 1898 e após ter servido na primeira guerra mundial, começou a devotar-se ao misticismo, entrando em contato com Teosofistas. Em meados de 1930, Paul Brunton embarcou em uma viagem para a Índia, que o levou a ter contato com iluminados como Sri Shankaracharya de Kancheepuram e Sri Ramana Maharshi. De fato, Paul Brunton tem o crédito de introduzir os pensamentos de Ramana Maharshi à cultura ocidental através dos seus livros "A Search in Secret India"(A india secreta) e "The Secret Path" (O caminho secreto).

Após duas décadas de sucesso com seus livros, Paul Brunton retirou-se da vida editorial, devotando-se a escrever ensaios e pequenas notas. Até a sua morte em 1981 em Vevey, Suíça, ele publicou mais de 20.000 páginas de escritos filosóficos.

"Traga sempre a lembrança o fato que você é um peregrino, e que o mundo não é mais que um lugar, e que as situações em que você se encontra, ou cria para si, devem ser consideradas não somente do ponto de vista mundano, mas de uma busca para nós mesmos."

~Paul Brunton

Fonte: Wikipedia


5 comentários:

TEREZA FREIRE disse...

Amiga, eu tenho esse livro há anos e na época que comprei, tbem não dei tanta importância...
Vou resgatá-lo no sitio, depois de ler seu post...
beijos e ainda com saudades
Tereza

Cris disse...

Adoro passear por aqui.
Seu blog é lindo e a energia que daqui emana também.
Obrigada por TUDO.
Conteúdo, palavras, mensagens, imagens, sugestões.
Parabéns por seu trabalho!
E, claro, tudo de OM!
Namastê!

Silvia disse...

segunda vez que caio por aqui, não dá pra dizer que foi sem querer! hehehe tb li esse livro, que ficou empoeirado na estante d aminha tia, até que o meu primo resolver perguntar se eu me interessava.... imagina se não!
vem me visitar tb, adorei aqui e virei mais vezes! bjOM!

Rodrigo G. Ferreira disse...

Fernanda, obrigado pela resenha inspiradora! Estou com este livro aqui e casa, e acho que será o próximo a ler.

Fernanda R. Lima disse...

Oi Tê querida, leia sim vale muito a pena!

Namaste Cris, que bom que gostou, venha sempre!

Oi Silvia, vi no seu blog que temos interesses parecidos. Já ta nos meus favoritos ;-)

Namastê Rodrigo! Leia e depois me conte o que achou.

Harih Om