segunda-feira, 25 de maio de 2009

So Hum: Meditação na Respiração


Sempre quando me perguntam qual o melhor método de meditar, digo que o principal é a atenção na respiração. Todas as outras "regras" são muito pessoais. Mas uma meditação que eu sempre achei muito fácil e simples é focar a atenção no mantra So Hum durante a respiração. Esse mantrinha poderoso, além de ser uma reflexão do som da própria respiração, carrega também um significado contemplativo: "Eu sou aquilo" (so= aquilo e hum = eu). Aqui, "aquilo" se refere à toda a criação.
Esta meditação contemplativa é uma maravilhosa oportunidade para focar a mente pensante e agitada, no mistério do ser e a refletir sobre a nossa existência. Abaixo segue um passo a passo muito simples e extremamente eficaz, retirado do meu curso de formação com a professora Greta Hill.

Encontre uma postura confortável para meditação (sentado em uma almofada ou um cobertor, em uma cadeira ou apoiado contra a parede). Coloque suas mãos em jnana mudra (dedo indicador e dedão unidos), com suas palmas viradas para cima para abrir sua consciência ou para baixo para acalmar sua mente. Cheque o seu corpo e relaxe de qualquer tensão. Deixe sua espinha crescer a partir da base da sua pélvis. Aponte seu queixo levemente para baixo e alongue a parte posterior do seu pescoço.

Traga a sua atenção para o ritmo da sua respiração, como as marés, e sinta a ascensão e queda da sua inpiração e expiração. Conforme seu foco se fixa na sua respiração, comece a utilizar o mantra So Hum. Quando inspirar, diga silenciosamente "so" e quando expirar, diga "hum". Assim que o ritmo "so hum" tiver sido estabelecido, comece a contemplar o significado, o seu significado. Quando inspirar com o mantra "so" diga para você mesmo "eu sou", conectando-se ao seu eu essencial. Contemple a fonte da sua respiração: de onde ela está vindo? Através de uma visualização, contemple os 6 bilhões de seres humanos e outras incontáveis criaturas na Terra que são alimentadas pelo mesmo ritmo de marés da respiração.

Conforme expirar com "hum", internamente diga "aquilo" ou "tudo que é". Sinta como sua expiração o liberta para a expansão ao seu redor. Visualize sua exalação deixando suas narinas e fundindo-se novamente com a atmosfera, de volta ao infinito, de volta ao "tudo que é". Permaneça com esta contemplação até que você comece a se aquietar em um estado de consciência unificada (que pode ser somente por um breve momento). Se um pensamento (vritti) surgir, retorne ao simples mantra "so hum".

No início pode ser útil colocar um timer para 10, 20 ou 30 minutos para que você não se distraia. Quando tiver terminado, traga suas mãos em anjali mudra (posição de oração) e encerre com um momento de gratidão, reflexão ou oração para difundir a energia da sua meditação pelo seu ser e pela sua vida.

Namastê!

5 comentários:

Gustavo Cunha disse...

Namaste,

Muito bom esse exercício de meditação.

No entanto penso que a tradução do mantra esteja ao contrário :)

Na realidade é a seguinte:
SO = Aquele (Aquilo)
HAM = Eu

Que é resultado de sah + aham, traduzido como Eu Sou Aquilo (Brahman).

Mais info aqui.

Shubam astu!
Gus

Fernanda R. Lima disse...

Namaste Gus!

Que bom ter amigos como você que me ensinam ainda mais ;-)

Está mesmo ao contrário... vou até comentar com minha professora...

Om Shanti!!

Fe

disse...

filha...era tudo o que eu estava querendo...Beijos Pilili.

Vasudha.dilip disse...

hello !!!!!

this article is very encouraging....

Fernanda R. Lima disse...

Hi Vasudha!

Welcome!

I´m glad that you liked!
Go ahead and try to do this meditation, is very powerful...

Namaste