terça-feira, 26 de agosto de 2008

Ayur-Yoga


De acordo com a filosofia do Yoga, o corpo físico é uma manifestação da consciência. Assim sendo, a chave para o trabalho com o corpo é entender a consciência por trás dele, que geralmente nos passa desapercebida. Isso requer que pratiquemos asanas atentos não apenas nas tecnicidades das posturas, mas também nos estados mentais e emocionais que eles criam dentro de nós.

O Ayurveda compartilha essa teoria do Yoga. Vê o corpo como uma manifestação dos doshas, que não são apenas fatores físicos da consciência, mas também prânicos e psicológicos. Não podemos olhar para o impacto dos asanas nos doshas em um nível puramente físico, mas considerar os efeitos psicológicos.


A prática de asanas para o seu tipo:

Vata

Mantenha:

  • A energia firme, equilibrada e consistente; modere e leve seu entusiasmo de maneira sustentável.
  • O corpo calmo, centrado e relaxado; faça o asana vagarosa e gentilmente, sem usos rompantes de força, evitando movimentos abruptos.
  • A respiração profunda, calma e forte.
  • A mente calma e concentrada no momento presente.

Pitta

Mantenha:

  • A energia refrescante e receptiva.
  • O corpo fresco e relaxado. Faça os asanas como uma entrega, para remover o calor e a tensão.
  • A respiração fresca, relaxada e difusa; expire pela boca para aliviar o calor, se necessário.
  • A mente receptiva, desapegada e atenta, mas não crítica.

Kapha

Mantenha:

  • Um aquecimento adequado em asanas com esforço, velocidade e determinação.
  • O corpo leve, em movimento, quente e seco.
  • A respiração rápida e profunda, se for necessário para manter a energia.
  • A mente entusiasmada, desperta e focada.
* Trecho de artigo originalmente publicado na segunda edição dos Cadernos de Yoga.
* Texto de David Frawley e Sandra Kosak.

Nenhum comentário: